Imóvel de idosos adaptações necessárias para evitar quedas

Padrão

Publicado em 24/03/2012

O CENSO 2010, realizado pelo IBGE, mostrou que o número de idosos aumentou significamente. Em 1991 a população com mais de 65 anos era de 4,8% e em 20010 foi para 7,4%, ou seja, atualmente temos em média 14.081.480 habitantes idosos. “Isso significa que há menos crianças e adolescentes no país do que há 10 anos e que a população de idosos aumentou”, relatou Fernando Albuquerque, gerente da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE. As regiões Sudeste e Sul são as mais envelhecidas do país. As duas regiões tinham, em 2010, um contingente de idosos com 65 anos ou mais de 8,1%. Nesse mesmo ano, a população de crianças menores de 5 anos era de 6,5% no Sudeste e de 6,4% no Sul.

De acordo ainda com os dados do Censo a expectativa de vida do brasileiro é de 73,1 anos. Logo é importante que estejamos preparados para essa nova realidade e para isso é necessário que a decoração dos imóveis esteja adaptada para os idosos. O post de hoje mostrará algumas dicas importantes para casas, apartamentos e habitações em geral que tem ou terá pessoas com mais de 65 anos.

Na sala de estar: tapete só se for fixo

O tapete está preso ao chão com fita especial, além de receber o peso dos móveis nas pontas/ Foto: Revestimento

A sala de estar é uma área de convívio familiar e de receber os amigos e ela também merece atenção especial. O ideal é não usar tapetes, mas se não houver outra escolha opte por tapetes que possam ser fixados. Outro detalhe importante são as mesas de centro. Evite-as caso o cômodo seja pequeno, pois pode ocasionar quedas e pancadas, porque o idoso necessita de espaço para circular melhor. O sofá deve ter amplos braços para facilitar na hora da pessoa levantar.

Quarto: pequenos cuidados e importantes cuidados

Os criados mudos são da altura da cama e com bicos arrendondados/ Foto: Decoração10

O quarto de um idoso deve ser bem iluminado, assim como toda a casa, sem tapete e com piso antiderrapante. Evitar as camas tipo box, pois em geral são mais altas que as convencionais. As prateleiras devem estar em uma altura que o idoso possa pegas os objetos sem a necessidade de precisar subir em um banco, por exemplo. O interruptor de luz e o telefone devem ficar perto da cama.

Banheiros: seguros evitam quedas

Banheiro com as barras para facilitar a locomoção do idoso/ Foto: Dena Interiores

O piso do banheiro não deve ser escorregadio, principalmente do boxe. Na área de banho é bacana área do chuveiro é importante fazer frisos (a cada 3 cm) ou colocar tapete de borracha com ventosas. Outra indicação é por barras no boxe, ao lado do vaso sanitário e na pia. Caso o idoso tenha dificuldade de se mexer ou usa algum aparelho de locomoção (como andador ou cadeira de rodas) não use portas de correr e sim cortinas.

Corredores e escadas: circulação ideal

Escada adaptada para evitar quedas/ Foto: divulgação

Seu imóvel tem corredores que levam de um cômodo a outro, certo. Escadas também? Para corredores a dica é bem fácil, porque o cuidado é com os móveis e objetos no meio do caminho e a iluminação que deve ser clara e forte. Já as escadas pedem um pouco mais de cuidado. Elas devem ter corrimãos, guarda-corpos (proteção que evita queda) e degraus iluminados e com fitas antiderrapantes. O projeto da foto, idealizado pela designer de interiores Sandra Montero.

Cozinha: um local gostoso de estar

A cozinha tem os moveis na altura dos moradores idosos e com bicos redondos para evitar ferimentos./ Foto: Helena Degreas

A cozinha é um dos lugares mais gostosos que se tem na casa, principalmente se o vovô ou a vovó gostam de cozinhar. Como é um local onde o perigo é sempre evidente as dicas como manter botijões de gás na parte de fora da casa, fogões com desligamento automático caso a chama se apague, dentre outros devem ser mantidos. Contudo na cozinha de um idoso outros cuidados devem ser realizados como a altura da bancada da pia que deve ter entre 85 e 90 cm, troneiras de fácil manuseio, armários não muito altos e prateleiras baixas e gavetas de fácil abertura e trava de segurança. Os objetos mais pesados devem ficar em prateleiras baixas, com altura no meio do peito.

Cores pode tudo

Os detalhes mudam, apoios também. Não é por que a casa é adaptada ao idoso que ela deve ser chata, pelo contrário. As cores e objetos de decoração são permitidos desde é claro que combine com o estilo da família. Use e abuse dos detalhes e não se esqueça que a idade passa, mas só envelhece quem quer. O site Simples decoração tem um projeto de para idosos. Vale conferir.

Leia também:

Plenário aprova projeto que prevê a construção de imóveis térreos para idosos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s