Férias escolares comprometem 12% do orçamento. Parques são opção para economia

Padrão

Publicada em 6 de julho de 2012.

Foto: divulgação

Férias de julho que maravilha, para as crianças e adolescentes é claro. Hoje, 6 de julho, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) divulgou um levantamento sobre os gastos com as férias dos estudantes e como afeta a economia da família durante o mês. A informação fez doer no bolso de muitos pais, já que os gastos com serviços e alimentação para crianças e adolescentes acabam comprometendo 12% do orçamento familiar durante o período de recesso escolar. Mas existe algumas formas de se reduzir estes custos.

O economista André Braz, do Ibre, elaborou uma lista com a inflação de 23 itens que estão entre os produtos e serviços mais procurados durante as férias escolares. Neste grupo, a alta dos produtos foi de 6,60%. Nos serviços, o aumento foi de 5,61%. Nos dois casos, a alta ficou acima da inflação medida nos últimos 12 meses até junho, que foi de 5,37% de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) medido pela FGV.

A lista dos produtos mais procurados leva em conta que os gastos com “guloseimas” são maiores no período de férias. Entre os itens analisados, as maiores altas registradas foram de refrigerantes e água mineral comprados em supermercados (9,36%), batata frita (8,13%) e sorvete (8,10%). Nos serviços, os hotéis lideram a lista de maiores altas, com aumento nos preços de 11,72%, seguidos por clubes de recreação (8,34%) e ida ao cinema (8,18%).

Registraram queda nos preços, no mesmo período, o refresco de fruta em pó (-1,05%) e as passagens aéreas (-1,70%).

Pensando nisso por que não investir em passeios? Uma visita na casa daquele parente que mora longe é uma boa pedida. Que tal deixar as guloseimas de lado e investir em brincadeiras na cozinha. Bolos e companhia fazem a alegria de qualquer criança. Troca-se o refrigerante pelo suco de frutas, natural ou de pozinho.

A ida no cinema está caro e um ótimo passeio são os parques, que em geral tem entrada livre. Para os estudantes os passeios ao ar livre rendem ótimas histórias e diversões, afinal já passam horas e horas do dia presos em uma sala de aula ou em seus quartos usando o computador. Em geral as cidades tem parques que podem ser explorados tanto pelo verde tanto pela história. Faça um roteiro, planeje o mês. Torne esses dias de julho especiais para seus filhotes e com mais economia.

#Pense Nisso!!!

Local para visitar: Praça Shiga

Foto: Portal Curto Poa

Aberta em 1983 foi financiada pelo governo do Japão para celebrar o convênio de fraternidade assinado entre o Rio Grande do Sul e Shiga (dois estados-irmãos). Projetada por um arquiteto e paisagista, a Praça Shiga nos remete aos tradicionais jardins japoneses, possuindo lago, ponte, cascata e um quiosque. É cercada e possui horário de funcionamento. Fica no bairro Higianópilis, em Porto Alegre” width=”1024″ height=”682″ class=”size-full wp-image-6257″ /> Aberta em 1983 foi financiada pelo governo do Japão para celebrar o convênio de fraternidade assinado entre o Rio Grande do Sul e Shiga (dois estados-irmãos). Projetada por um arquiteto e paisagista, a Praça Shiga nos remete aos tradicionais jardins japoneses, possuindo lago, ponte, cascata e um quiosque. É cercada e possui horário de funcionamento. Fica no bairro Higianópilis, em Porto Alegre[/caption]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s