Acabe com a umidade da sua casa e se livre do mofo

Padrão

Publicada em 10 de setembro de 2012

Buscar a causa da umidade é o primeiro passo./ Foto: da internet

Umidade é um dos problemas mais conhecidos dentro de uma casa. Irrita à todos, principalmente aqueles que tem alergia. Com a umidade vem o mofo e o mal cheiro. Pois bem, a arquiteta Camila Chalon trouxe para nós algumas dicas importantíssimas para quem tem esse problema em casa. Imóvel mofado estraga a decoração de qualquer ambiente.

O primeiro de tudo, de acordo com a arquiteta, é verificar de onde vem a umidade do imóvel e qual o tipo. São três básicos: decorrente do mau tempo (chuva, ventos), umidade por condensação e ascendente por capilaridade.

1º Decorrente do mau tempo: pode ser um vazamento no telhado, em algum local da fachada, que quando mal vedada penetra dentro da residência destruindo forros, lajes de cobertura.
Solução: Comece pela busca do local de vazamento, claro que isso pode não ser nada fácil, principalmente se aparentemente não se consegue visualizar a causa, verifique as calhas, algerosas, telhas.

2º Umidade por condensação: acontece principalmente na cozinha e banheiro quando o vapor quente desses ambientes entra em contato com as superfícies frias (paredes, espelhos), formando aquelas gotinhas de água na parede. Isso pode com o tempo prejudicar o acabamento dessas superfícies, azulejos, pintura, papel de parede.
Solução: Primeiro seria o ambiente ser o mais ventilado possível de forma natural, mas o uso de desumidificadores de ar, aquecendo o ambiente fazem com que esses locais fiquem secos. Esse tipo de umidade é passageira, o importante é deixar os locais secos para que não se proliferem microorganismos.

3º Umidade ascendente por capilaridade: esse nome descreve o mal existente em diversas casas, muitas pessoas sofrem com esse problema onde o principal causador é o nível do lençol freático e a falta de impermeabilização nas vigas de fundação.
Comum ver as paredes até cerca de um metro de altura molhadas, mofadas, com a pintura em bolhas, inchada, descascando.
Solução: Bom, essa umidade teria que ter sido evitada durante a execução da obra, onde teria que ter sido verificada a impermeabilização das vigas de baldrame, mas como é sabido que durante a construção acontecem diversos poréns, vamos a duas soluções um pouco caras que podem resolver essa dor de cabeça.

3.1 Cristalização – Injetando produtos cristalizantes em furos feitos nas bases da parede, impedindo a ascensão da umidade, é uma solução definitiva, rápida e fácil já que não interdita o local, principalmente para quem esta residindo.Quanto mais úmido o local mais o poder de penetração do produto.
3.2 Substituição da alvenaria existente – Essa você precisa de um profissional habilitado para poder supervisionar as etapas, é radical mas resolve, consiste em executar cortes nas 2 primeiras fiadas de tijolos em trechos alternados de 1m de comprimento, retirar tudo,limpar bem, regularizar a superfície, passar feltro asfáltico em no mínimo 2 camadas, deixar secar, proteger com argamassa e reconstruir a parede em alvenaria encunhada em 80 cm do trecho de 1m deixando 10 cm para cada lado para o transpasse. Fazer isso posteriormente nos espaços que ficaram alternados.

Mais dicas:

Ok, você já verificou o que causa a umidade e já fez os reparos necessário. Mas o que fazer agora? De acordo com Camila o ideal é “observar o local para que tenhamos certeza de que foi sanado o problema, e sempre é bom por alguns meses desolar os móveis dessa parede para que eles não estraguem e o local ventile mais até ficar realmente seco”.

Para quem está sem condições financeiras para realizar algumas obras para acabar com a umidade a arquiteta lembra que “a melhor forma de diminuir a umidade da casa é mante-la ventilada, arejada, e com janelas abertas para que consiga receber o sol, isso no inverno e verão”. Outro detalhe informado por Camila Chalon é que existem “algumas alternativas para diminuir a causa como aumentar os vãos das janelas, colocar bandeiras abertas nas portas para que ventile ar por cima, tratar o local com drenos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s