Leites da campanha da Iper são entregues ao ICI-RS

Padrão

publicada originalmente no site Linklar

Equipe do ICI-RS, Iper Imóveis e Parmalat./ Foto: Bruna Souza-Linklar

Equipe do ICI-RS, Iper Imóveis e Parmalat./ Foto: Bruna Souza-Linklar

Ontem, 26 de outubro, a Iper Imóveis com parceria da Parmalat entregou 1200 litros de leite da campanha Seu curtir vira 1 litro de leite, realizada em comemoração ao dia das crianças. 1000 litros foram doados para o Instituto do Câncer Infantil (ICI-RS) e 200 foram para o Lar da Esperança, que abriga crianças que nascem com HIV. Ambas são entidades localizadas em Porto Alegre. Nós acompanhamos a entrega realizada pelos representantes da empresa e da Parmalat.

Mariana Kalikosli, marketing Iper, nós contou que antes da campanha a empresa tinha 730 likes na página oficial do Facebook, porém com a campanha esse número aumentou e foi para 1200 likes. “A Iper ia doar essa diferença, e quando a empresa LBR através da marca Parmalat descobriu a campanha logo se ofereceu para ajudar, e aumentou para o número total de curtidas na página. Eles doaram os 1200 litros!”, explicou Mariana.

A voluntária Bianca Murtinho explica as ações do Instituto./ Foto: Bruna Souza- Linklar

Antes da entrega da doação Ricardo Northeleet e Fábio Bittencourte Correa, da Parmalat, ficaram conhecendo o trabalho da ICI-RS e gostaram bastante do que é desenvolvido pelo instituto. “Ficamos bem felizes em ter feito essa parceria com a Iper. Pois podemos ajudar com a doação do produto e a Iper fazendo o contato com as instituições, tão importantes para a comunidade”, enfatizou Northeleet.

Larissa agradece e entrega o certificado do ICI para Ricardo e Fábio./ Foto: Bruna Souza-Linklar

Larissa Cavalheiro, responsável pela parte de comunicação do ICI-RS, ressaltou a importância que doações  têm para o instituto “ações como essa são de importância máxima, pois o ICI vive de doações e de parcerias com a comunidade, sem isso seria inviável manter as cestas básicas e roupas distribuídas para as famílias das crianças atendidas”.

Leão Coragem recebendo todos de braços abertos./ Foto: Bruna Souza-Linklar

O Instituto do Câncer Infantil mantém um centro de assistência a crianças e adolescentes com câncer e que são atendidas pelo SUS via Hospital de Clínicas. Além de atividades lúdicas e de reforço escolar, o instituto auxilia no tratamento dentário e psicológicos. Quando as famílias tem dificuldades financeiras o ICI ajuda com as cestas básicas, que são distribuídas mensalmente, e com vestuário.

Outra entidade ajudada pela campanha da Iper Imóveis foi o Lar da Esperança, que segundo Mariana entrou em contato da Iper assim que soube da campanha. Com consentimento do ICI 200 litros de leite vão para essa entidade que cuida e trata de crianças que nascem com o vírus do HIV.

Mariana conclui que ” campanha foi um sucesso e ficamos muito felizes com o resultado!” E ainda nos contou que “já estabelecemos uma parceria com a LBR para programas no futuro. Já estamos programando as próximas!”

Veja algumas fotos tiradas na hora da entrega dos leites =)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sábado de vendas no penúltimo dia do Salão do Imóvel RS

Padrão

Publicado no site Linklar

O Linklar passou no 3º andar do estacionamento do Shopping Iguatemi para participar do penúltimo dia do Salão do Imóvel RS. Conheça a opinião de alguns expositores sobre o mais importante evento do mercado imobiliário do Estado!

Alessandro Andrades, da CP Imóveis, nos conta que esta é a primeira vez que a empresa participa do Salão com estante, das outras vezes participaram apenas com parceiros. Para ele o movimento está bem acima da expectativa. Já foram vendidos alguns imóveis e espera-se que o VGV (valor geral de venda) da CP a marca dos R$ 2 milhões, nestes quatro dias de feira. O sucesso vem de “um foco direcionado, estamos focando as vendas em três empreendimentos: Neo Superquadra, Puerto Vallarta e Vitra Jardim Europa”, explica Andrades.

O foco em produtos específicos também a estratégia de vendas da construtora SIPAR (Sociedade de Incorporações e Participações S.A). Edilson Moraes da Costa, marketing Sipar, falou que o principal produto da empresa é Hollywood Garden. No Salão deste ano pretende-se atingir um VGV de cerca de R$ 2,5 milhões, 20% a mais que 2011. Costa disse que o perfil do comprador está mudando e isso reflete no evento, este consumidor busca por casa, de até R$ 200 mil e afastada dos centros urbanos. Em geral estes imóveis são de revenda. Ele nos conta que a busca por imóveis do Minha Casa Minha Vida aumentou com isso “nós estamos nos adequando para atender esse público”.  A construtora já tem planos para lançar um novo empreendimento na Zona Sul em 2013, esse empreendimento terá um VGV aproximado de R$ 200 milhões, talvez o maior que a capital irá receber no próximo ano.

Miguel Henkes, coordenador de vendas da Leindecker Imóveis, relatou que o movimento do evento está atípico, pois na sexta-feira à noite o Salão estava praticamente vazio, efeito, segundo ele, causado pelo último capítulo da novela Avenida Brasil. Sobre as vendas e início de negociações está dentro do esperado, pois se espera atingir o VGV de R$ 2 milhões mais a capitação de clientes. Os imóveis ofertados neste Salão é o Wish Bordini e o Allegro Partenon. Sobre o mercado imobiliário no segundo semestre de 2012 Henkes lembra que “os lançamentos estão estabilizados e com isso uma redução. Não há mais espaços em m² para novas construções nem dinheiro suficiente. Isso faz aumentar a venda do imóvel avulso”.  Isso fará que em 2013 aconteça uma retenção nos lançamentos e estabilização dos valores, completa o coordenador.

Felipe Melnick, da Melnick Even, nos disse que no evento está acontecendo dois momentos distintos, o atendimento ao cliente final e aos corretores que procuram imóveis para revenda. A empresa está com três empreendimentos de pré-lançamentos para comercialização na feira e Felipe explica que busca-se atingir um VGV de R$ 500 milhões para 2013. Ele afirmou que até o final do ano “a Melnick irá lançar 3 a 5 novos empreendimentos. Sobre a queda das vendas em 2011 e a estabilização no primeiro semestre deste ano Melnick é enfático ao falar que as empresas sempre se saem bem, mesmo em períodos de crise, se ofertarem bons produtos e tratarem bem os clientes. A crescente apresentada pelo setor no último trimestre de 2012 ocorreu principalmente porque “com a queda da Selic a poupança já não é um bom investimento, logo as pessoas passaram a comprar mais imóveis, pois é um investimento seguro”, concluí.

Vista Softaware, nosso parceiro, também está presente no Salão do Imóvel mostrando a marca e as suas novidades. Cleber Lopes, analista de suporte do Vista, nos mostrou seus principais produtos o Vista Broker, Vista Office e o Vista Imobi, cada um voltado para uma necessidade específica do setor imobiliário. Hoje o software é considerado um dos melhores do Brasil, ficando entre os lideres o setor. Além disso o Vista atualmente está presente em mais de 20 estados brasileiros. Cleber ressalta que novidades estão disponíveis em 2013 “estamos com um novo parceiro a Gregorisoft, sistema financeiro voltado ao mercado imobiliário e em breve nosso sistema será totalmente virtual, facilitando o trabalho do usuário”.

Marcelo Galvão Bueno, da Bueno Imóveis, disse que o movimento do evento está de acordo com o esperado. “Pretendemos cadastrar cerca de 2 mil pessoas, e destas atender de 500 a 600 clientes até o final do evento”, afirmou. Bueno também nos relatou que nestes três dias de feira já foi possível negociar dois apartamentos do Conect Menino Deus e mais um imóvel usado. A empresa é otimista e pretende fechar o VGV de 5 milhões até domingo, dia de encerramento do Salão do Imóvel. Sobre o setor imobiliário Marcelo se diz confiante. “O mercado está aquecido e se manterá por causa da Copa do Mundo de 2014”, concluí.

A Falta de preparo do corretor imobiliário, uma preocupação latente

A falta de preparo dos corretores imobiliários foi citada como a que mais preocupa os nossos entrevistados. Todos apontaram a falta de preparo do profissional como o grande problema atual do setor. “O profissional precisa estar sempre bem informado”, lembra Marcelo Galvão Bueno. Outro detalhe ressaltado pelos entrevistados foi às mudanças que o mercado está sofrendo e a importância do corretor conhecer e acompanhar essas alterações. Os consumidores estão cada dia mais segmentados e é “importante que a empresa tenha uma cartilha variada de produtos para atender os mais diferentes publico, assim como ter produtos de qualidade e bom atendimento”, explica Felipe Melnick.

O 6ª Salão do Imóvel RS inicia cheio de expectativas

Padrão

O evento é um dos maiores do setor/ Foto: Iguatemi-divulgação

O 6ª Salão do Imóvel RS é marcado por expectativas, afinal o mercado imobiliário em 2012 está aquecido no Estado. O ano nem terminou e o número de negociações já bate recordes, por isso espere-se que este ano supere 2011.  “Nesta 6ª edição contamos com 65 estandes e todos os espaços estão cheios, isso mostra que essa edição será um sucesso”, explica Diogo Horn, diretor do Grupo ImóvelClass. Dentre os expositores estão empresas estrangeiras e também a ausência de antigas participantes.

Horn conta que em 2011 o Salão do Imóvel RS atingiu a marca de 18 mil visitas e 56 milhões de negócios fechados em 4 dias, este ano busca-se atingir o mesmo número de vistas porém aumentar a venda para 60 milhões, no mesmo período. O diretor nos conta que a novidade deste ano é a participação de empresas do Uruguai, totalizando 10% da feira. Quatro delas são de Punta del Este. O diretor conta que este interesse  de expositores internacionais acontece por causa do bom momento econômico que o Brasil tem vivido atualmente. “Estas empresas buscam por potenciais investidores e compradores”, concluí Diogo.

Diogo Horn, diretor e organizador do Grupo ImóvelClass./ Foto: arquivo

Estre essas empresas estão Atijas Casal arquitectos e Real estate real Isabel que possuem cartilhas oferecendo o que há de melhor no Uruguai, o convívio e a liberdade das praias de águas cristalinas de Punta del Este. Quem também tem a natureza e a tranquilidade a seu favor é Auris Incorporações que está oferecendo o condomínio Valle dell Arte, em Gramado.

A incorporação e construção Nex Group também está no Salão do Imóvel RS e está oferecendo seis lançamentos. “Pretendemos atender vários públicos, do que quer comprar o 1º apartamento até aquele que tem família e condições de investir alto em um imóvel”, diz Enio Pricladnitzki, diretor comercial da empresa. Segundo Enio a expectativa deste ano é ultrapassar as negociações do ano passado.

A Rossi Incorporadora e construtora é outra participante que está cheia de novidades para ofertar aos visitantes. Este ano a incorporadora oferece o Central Parque e o Rossi América, projetos, que de acordo com Gustavo Kosnitzer, diretor da Regional Sul, são bairros inovadores com estruturas de prédios, casas e salas comerciais, junto com uma ampla estrutura de segurança e lazer. “Serão bairros construídos por uma empresa e isso faz com que o espaço seja planejado, proporcionando para os moradores facilidades de um local planejado e pensado para eles”, narra Kosnitzer.

Já a Dib e Dib participa do Salão apenas para fazer a marca conhecida, pois trabalham com imóveis de alto padrão. Este tipo de imóvel, explica Mário Reis Vieira, não é o procurado pelos visitantes da feira. “O público alvo do Salão é em geral o do programa Minha Casa Minha Vida, por isso a expectativa da empresa em relação as vendas é razoável”. Vieira ainda conta que empresas como a Lopes, dentre outras, não participam deste ano exatamente porque não se encaixam no perfil do público visitante. “Elas, na maioria, vendem produtos com valores entre R$ 150 mil a R$ 500 mil. O trabalho hoje é mostrar os nossos empreendimentos e começar as negociações”, concluiu.

A Caixa Econômica Federal também está presente no evento para explicar como funciona as diferentes modalidades de financiamento e o uso do FGTS para adquirir um imóvel.

O 6º Salão do Imóvel RS acontece até o dia 21 de outubro, no 3º andar do shopping Iguatemi. São 65 estandes com os mais diferentes tipos de negócios voltados aos setor imobiliário.

Salão do Imóvel RS

O Salão do Imóvel RS acontece desde 2007 e é realizado pelo grupo ImóvelClass. O objetivo do Salão é oportunizar um espaço para construtoras, incorporadoras e imobiliárias apresentarem imóveis com valores competitivos e convidativos para o público e onde as instituições financeiras possam divulgar e disponibilizar taxas de financiamento oportunas para os consumidores. Além, é claro, de apresentar todas as novidades e lançamentos imobiliários no Estado.

Veja um álbum de fotos , com filtros do Instangram, do 1 primeiro dia do Salão do Imóvel no Pinterest.

Serviço:
*O que: 6º Salão do Imóvel RS
*Quando: 18 a 21 de outubro, das 13h as 20h.
*Onde: 3º piso do estacionamento coberto do Shopping Iguatemi, em Porto Alegre.
*Realização: Grupo ImóvelClass

Aproveite o Dia das Crianças e decore o quarto dos pequenos!

Padrão

Publicado no site Linklar para o Dia das Crianças

Utilize materiais recicláveis para incentivar o pequeno a cuidar do meio-ambiente, recomenda Camila./ Foto: Designer ao alcance

Amanhã é dia das crianças e que tal reorganizar ou trocar a decoração do quarto do seus filhos? Eles gostam da mudança e transformar o cantinho deles em um novo cenário é uma boa pedida. Hoje as crianças e também os adolescentes vivem muito tempo neste cômodo, ele não serve mais apenas para dormir, mas também para estudar e receber os amiguinhos. Hoje conversamos com a arquiteta Camila Chalon, que nos deu dicas de como montar ou reformar um quarto infantil.

Bruna Souza – Camila, como os pais podem projetar o quartinho de uma criança e quais os móveis mais indicados?

Camila Chalon  Os quartos infantis tem que ter um ambiente lúdico, onde a crianças tenhas espaços pré determinados para brinquedos, estudo, leitura, televisão, cama e roupeiro.

Não há indicação de móveis específicos, os pais podem optar por móveis prontos ou sob medida, mas sempre pensando no crescimento e desenvolvimento do pequeno. Espelhos e vidros não são indicados, pensar mais em madeira e cores neutras.

Bruna Souza – Na hora da organização ou da reforma o que se deve levar em consideração (lembrando que seria um espaço para crianças menores de 10 anos)?

Camila Chalon – Determinar os espaços e locais para organizar os brinquedos, livros , desenhos dos pequenos, um exemplo, seriam as caixas organizadoras, onde podem ser adesivados os desenhos do que deve ser guardado ali, incentivando a criança a organizar nos locais indicados e saber onde procurar quando quiser. Podem ser usados pequenas prateleiras (na altura da criança) para deixar os livros a mostra e organizados, usar linhas de barbante para pendurar os desenhos com prendedores de madeira.

O importante é visualmente a criança saber os espaços do seu quarto e onde estão seus pertences e ter onde guarda-los sempre incentivando com caixas coloridas, baús, etc.

Bruna Souza – O dinheiro está curto e os pais querem que a decoração do quarto dure algum tempo e acompanhe o crescimento do pequeno. Como pode-se fazer para que o espaço fique neutro, mas com o estilo da criança?

Camila ChalonUsar móveis não tão infantis, cores neutras, claras e usar adesivos decorativos nos móveis , painéis com imã, para que no futuro isso possa ser retirado e o móvel acompanhará o pequeno. Abusar na decoração de objetos e os móveis neutros isso facilita na troca de decoração e tem um custo baixo.

Bruna Souza – Espaço pequeno é sempre um problema. Indica alguma forma de como os pais podem fazer ou usar para tentar conter a bagunça e o excesso de coisas (brinquedos) espalhados?

Camila Chalon – Incentivar a criança a ter locais para organizar os brinquedos que não são tão usados, os brinquedos grandes devem ser controlados, os melhores brinquedos são os que não ocupam espaço no chão, o restante pode ser guardado e com o tempo doado.

Bruna Souza – Muitas vezes os irmãos compartilham o mesmo quarto. O ideal é criar um estilo para todo o quarto ou cada parte deve ter as características identitárias de cada uma das crianças?

Camila ChalonO melhor seria criar um ambiente com móveis neutros e usar tons de cor de uma mesma palheta, a decoração pode mostrar a característica de cada um em objetos pessoais, brinquedos , desenhos, algum personagem favorito.

Bruna Souza – Existe atualmente alguma tendência que se possa dizer “isso não pode faltar no quarto do seu filho!”, qual?

Camila Chalon – Acho que a principal tendência de hoje é utilizar materiais reciclados, reutilizados para os quartos dos pequenos, utilizar a natureza como um fundo para um conceito de quarto, objetos que não agridem a natureza para ter um quartinho “verde” mostrando para essas gerações a importância da sustentabilidade, da reciclagem, da água. Essas coisas, o pequeno deve ser um militante consciente e isso pode começar pelo seu quartinho.

Fotografia de qualidade pode aumentar a venda de imóveis pela web

Padrão

Publicada originalmente no Linklar

Uma boa imagem é a garantia de cliente conquistado./ Foto: Diego Ramos Fotografia imobiliária

A imagem sempre teve uma importância significativa na produção de conteúdos informativos, e também para vender algum produto. Não é de hoje que a fotografia, por exemplo, é usada na publicidade. Mas agora com o advento das redes sociais virtuais pode-se observar que as postagens com imagens são as mais divulgadas e lidas. O setor imobiliário não poderiam ficar atrás, afinal o mercado mudou e hoje vê a produção de imagens como uma forma de aumentar as vendas. Sobre isso conversamos com Diego, responsável Diego Ramos Fotografia Imobiliária e parceiro da Revista ImóvelClass. Ele também auxilia corretores e imobiliárias que querem aumentar os negócios com o uso de fotografias, ministrando curso aos mesmos.

Diego Ramos é diretor da empresa que leva o seu nome há oito anos, e há um ano lançou no mercado brasileiro o serviço conceito de Assessoria Fotográfica ao Mercado Imobiliário.. O trabalho nesse setor começou quando virou parceiro da Revista ImóvelClass. Neste período observou que imobiliárias e construtoras, em países como Canadá, Inglaterra e Estados Unidos, investiam em fotografias de qualidade para vender seus imóveis. Nesta mesma fase Ramos lembrou que buscava um apartamento. “Olhava as fotos que chegavam pelo meu e-mail e não me interessava por nenhum imóvel”, explicou.

Diego falou que atualmente a empresa se dedica a fotografia imobiliária, assessorando imobiliárias e construtoras de Porto Alegre, interior do Rio Grande do Sul e São Paulo. Dentre seus serviços pioneiros voltados ao setor, a empresa realiza o treinamento: Capacitação em Fotografia Imobiliária para corretores imobiliários. Ele comenta que existe certa resistência de alguns profissionais em aprender a lidar com o uso de novas tecnologias. O porque do uso da fotografia para venda é um conceito muito novo e ainda não totalmente assimilado, principalmente pelos corretores que atuam há mais tempo no mercado.
No curso de capacitação, o diretor, explicou que uma das coisas ressaltadas é a importância que uma boa foto tem, pois ela ganha o cliente pela qualidade e desperta o desejo por visitá-lo pessoalmente. De acordo com Ramos uma boa imagem sempre chama a atenção e a venda pode começar ali mesmo, na internet. “O mercado tem que estar apto para conquistar esse possível cliente, o mercado mudou e não tem mais como voltar atrás”, concluiu.

A empresa Diego Ramos Fotografia Imobiliária é a pioneira no País em treinamento e capacitação para o Mercado Imobiliário. O curso que dura em torno de 3h é voltado para os profissionais ligados ao setor. Além da Revista ImóvelClass a empresa também tem parceria com o Sindimóveis-RS e a Laguna & Bauler.