As expectativas do mercado imobiliário para 2013

Padrão

Publicado em 28 de dezembro de 2012

A expectativa é de que o mercado encontre equilibrio neste próximo ano./ Foto: FreePix

A expectativa é de que o mercado encontre equilibrio neste próximo ano./ Foto: FreePix

O mercado imobiliário em muitos momentos de 2012 pediu cautela. Apesar de momentos de instabilidade o crescimento do setor foi visível, porém não foi tão forte quanto nos últimos quatro anos. Para 2013 espera-se que o mercado se recupere e que encontre uma estabilização nos preços dos imóveis. O fato de não ter eleições municipais, segundo o presidente do Creci-RS, Flávio Koch, mostra que o mercado imobiliário vai ser um ano bom. “A política de financiamentos vai continuar, assim como estímulos bancários e conservação de taxas, beneficiando todos os grupos econômicos”, explica Koch.

Flavio Koch./ Foto: divulgação

Flavio Koch./ Foto: divulgação

O presidente enfatiza que as vendas irão acontecer em 2013, porém com mais tranquilidade, o que será bom para as empresas ligadas ao setor. “As construtoras irão atender com calma e com isso conseguirão construir e entregar os imóveis no prazo. Pois, quando há o boom imobiliário as empresas acabam atrasando as entregas por falta de mão de obra qualificada e de materiais”.

Para Mateus B. Facchin, diretor comercial da Iper Imóveis, o preço dos imóveis será mantido em 2013, e acredita na possibilidade de uma sutil alta nos valores. “O Mercado está em ótimo momento, impulsionado pelo crédito farto e pela facilidade de contratação. Por mais que tenhamos um número considerável de lançamentos, temos ainda grande demanda por moradia e investimento para atender, sem contar que, com a queda na taxa de juros, voltou a se tornar muito atrativo comprar imóveis para locação. Sem dúvida, esses fatores impulsionarão as vendas no próximo ano”, comenta Facchin.

A diretora da Taperinha Imóveis, Raquel Trevisan, diz aguardar que 2013 traga um crescimento sustentável para todo o setor. “Temos claro para a nossa empresa que os anos de 2010 e 2011 não voltarão mais, com todo aquele boom e demanda reprimida, com preços em crescimento vertiginoso”. Raquel completa falando que os profissionais ligados a este mercado gostariam que “os preços fossem mais ‘reais’, com oferta e demandas ajustadas e com uma concorrência mais profissional”.

Sobre a valorização do preço dos empreendimentos residenciais e comerciais acima da inflação nos últimos anos, o diretor comercial da Nex Group, Enio Pricladnitizki, conta essa alta é positiva e acontece por causa do aumento de custos de terrenos e mão de obra, além de novas exigências dos órgãos públicos que regulamentam a produção. “Isto traz a segurança de não estar se formando uma bolha imobiliária como aconteceu nos Estados Unidos. Por outro lado, o crédito imobiliário deve continuar farto e mais barato e as opções de investimento seguro tendem a remunerar cada vez menos o capital”, analisa. Ele ainda salienta que espera que os imóveis no próximo ano “continuem aumentando de preço acima da inflação, porém não tão acima quanto esteve nos últimos cinco anos”.

Uma breve analise sobre 2012

De acordo com dados divulgados recentemente pelo Índice FipeZap de janeiro a novembro de 2012 a aceleração do preço dos imóveis no Brasil teve o acumulado de 12,5%. O preço médio do m² no País atualmente é de R$ 6.980 mil, com variações de estado para estado.

Já construção civil no Brasil deve ter uma alta de 4%, segundo expectativa do Siduscon-SP. Para o Flávio Koch o que atrapalhou as vendas neste ano foi a questão das eleições municipais, porque a indefinição dos municípios acaba atrasando, muitas vezes, a liberação dos documentos necessários para a construção de empreendimentos. Flávio também explica que a crise europeia refletiu no setor. “Economicamente o Brasil deu uma segurada”.

Trevisan nos conta que o ano de 2012 foi distinto para a Taperinha. “Para as vendas foi um ano mais “batalhado”, com negociações mais demoradas, mas com VGV mais alto. Em números vendemos menos unidades, mas vendemos melhor. Já na locação foi um ano muito bom: mais unidades locadas e maior VGL. Somos a prova de que o mercado imobiliário é feito de ciclos”.

Já para a Nex Group este ano serviu para a consolidação da construtora, visto que a mesma é a união de quatro empresas. “As metas foram plenamente cumpridas, lançamos ao mercado 3580 unidades com VGV total de 950 milhões, tendo vendido 2700 imóveis, e a entrega 2052 unidades”, disse Enio.

O ano de 2012 foi um ano muito importante para a Iper Imóveis, salienta Mateus, já que a imobiliária conquistou em pouco tempo um reconhecimento importante no setor. “A Iper imóveis teve seu primeiro ano com muito sucesso, além do ingresso da marca e inauguração da nova sede, tivemos a conquista de grandes Incorporadores e Construtores parceiros”. Ele ainda enfatiza que a empresa já superou o VGV estimado para todo o período, apesar de todas as instabilidades econômicas e feriadões que tivemos no decorrer desse ano.

Anúncios

YouPix Porto Alegre: participei e tive fotinho divulgada

Padrão

Enquanto o mundo descobria a Gina Indelicada e o garoto que tirava férias na baleia eu estava no Festival YouPix Porto Alegre para adivinhe? Descobrir e debater sobre questões da internet. Não, eu não participei de nenhuma das palestras sobre humor, não que eu não curta o assunto, até queria ter visto o Marcelinho (dos contos eróticos), mas preferi focar no profissional. Aprendi muitas coisas sobre conteúdos para redes sociais e blog. Sobre publipost e também o Marco Civil. Isso por porquê tenho com duas amigas o Dois Minutos e trabalho com freela na Linklar Imóveis. Tudo para agregar ainda mais meu profissional. Não estava lá para socializar muito, confesso, mas fiz amigos e acima de tudo aprendi.

Compartilhei tudo nas minhas redes e sinceramente não esperava retorno. Eis que vi uma das minhas fotinhos do Instangram na página do YouPix. Hehehehehehehehehe, amei!!!!

183615_486325144712443_411531853_n

A fotinho é a do cantinho, a que tem os dois adesivos e o botão no meio.

Besterinha, apenas para quebrar a seriedade deste portfólio/blog.

8 dicas importantes para você que pretende comprar um imóvel na planta

Padrão

Publicado originalmente no Linklar Editorial

O consórcio pode ser uma boa pedida para quem quer pagar juros menores./ Foto: Revista Construir

Comprar uma casa para chamar de sua ou para investir é o sonho de 19,2 milhões de brasileiros, segundo pesquisa realizada em 2011, pelo Instituto Data Folha. Comprar um imóvel na planta é uma boa solução, mas se deve ter cuidados antes de fechar o negócio. E muito importante que o futuro comprador conheça bem seus direitos e também como andam suas contas, já que a compra de um imóvel novo geralmente tem longos prazos de financiamento. A época também é propícia para que muitas pessoas comprem a sua sonhada moradia, pois pode-se usar o décimo terceiro e também o dinheiro das férias para a realização deste grande desejo. Mas antes de comprar um imóvel novo é importante saber que alguns cuidados devem ser tomados e por isso destacamos 8 dicas importantes para ser usadas na hora de comprar um apartamento na planta.

1- Tenha muita calma na hora de comprar um imóvel na planta, use o tempo a seu favor. Pesquise imóveis, localidades e formas de pagamento. Escolha aquele que melhor cabe no seu estilo, na sua rotina, mas também no seu bolso;

2- Conheça muito bem suas finanças pessoais e até mesmo familiares, porque se o pagamento da compra acontecer através de financiamento as parcelas NÃO PODEM ultrapassar 30% da renda mensal;

3- Verifique o passado da construtora antes de realizar a compra do imóvel. Pesquise o histórico da empresa, se ela costuma entregar os produtos dentro do prazo estipulado ou se sempre atrasa nas entregas. Veja também se a futura construtora a ser contratada não está sofrendo algum tipo de processo em varas cíveis. Um bom site para ajudar nesta pesquisa é o Reclame Aqui;

4- Não esqueça também de verificar se a empresa possui todos os documentos necessários para a construção do empreendimento. Consulte aqui a lista da documentação necessária;

5- Não feche nenhum contrato antes de pesquisar bem as taxas de juros dos financiamentos, buscando assim as melhores opções;

6- Planeje a longo prazo. Pense como você irá pagar o financiamento daqui cinco ou 10 anos. Essa é uma forma de garantir que você não tenha sustos grandes no futuro, nem arrisque perder seu imóvel;

7- Uma das opções para a compra do imóvel na planta é o consórcio, pois modalidade tem taxas de juros bem menores que o financiamento bancário;

8- Se você trabalha de carteira assinada a mais de três anos uma das opções para abater as parcelas do financiamento ou do consórcio é o uso do FGTS. Mas calma, pense bem antes de usá-lo, se agora é o melhor momento ou se futuramente esse dinheiro será mais útil.

Caso tenha ficado alguma dúvida há alguns meses escrevi alguns posts sobre o assunto. Vale a pena conferir.

Este seria o melhor momento para os jovens adquirirem o 1º imóvel?

Como investir no mercado imobiliário – imóvel na planta

Veja o passo-a-passo para financiar imóveis na planta

Espero que tenham gostado das dicas! 😉

Conheça os enfeites destaques na decoração natalina de 2012

Padrão

Publicado originalmente no Linklar.

Gingerbreads feito de biscoito lembram a casa da vovó/ Foto: design Innova

Gingerbreads feito de biscoito lembram a casa da vovó/ Foto: design Innova

Quando se fala em enfeite de natal lembra-se sempre do Papai Noel, porém este ano ele não está mais sozinho no quesito decoração de natalina. Agora está acompanhado de anjinhos, bonequinhos e miniaturas em forma de árvores e docinhos.

Delicadeza dos detalhes lembram docinhos e também um estilo romântico./ Foto: Blog da Lilia

Delicadeza dos detalhes lembram docinhos e também um estilo romântico./ Foto: Blog da Lilia

O bom velhinho continua sendo o protagonista da história, mas recebeu novas roupagens e coloridos. Fazem companhia para este grupo alces, gingerbreads, bonecos de neve, pinguins, bonecas, ursos, renas e bonecos com carinha de criança.

Papai Noel e a sua rena prontos para ganhar os céus./ Foto: Cultura Mix

Papai Noel e a sua rena prontos para ganhar os céus./ Foto: Cultura Mix

As bolas também aparecem em diferentes formatos, como gota, estrela e corações. Aparecem em modelos vazados, em arabesco, com detalhes em poá, patchwork ou brilho. Nas cores o vermelho continua predominando, contudo o verde-maçã e o cobre são fortes tendências. Entre os materiais destacam-se o vidro e o acrílico.

A leveza requintada do nude permanece em alta. Um dos principais exemplos são os presépios que a Fabiamce apresentou na Feira Natal Show. Eles compõe um cenário de perfeita harmonia com texturas suaves como seda e renda, uma cartela de cores formada por diferentes nuances do rosa, criando uma atmosfera aconchegante inerente à data é permanentemente lembrada na presença do dourado em cada detalhe.

As árvores são o cargo chefe e elas vêm em diferentes modelos e materiais. Aquela árvore branca usada no natal do ano passado este ano pode ser reaproveitada, já que o branco é a cor do natal 2012. Porém é importante lembrar que nem todos os enfeites combinam com esse tipo de pinheirinho. Uma cor que cai muito bem é o azul-real, também destaque na cartela de cores para as festas de final de ano 2012/2013.

Árvore com detalhes em branco e muito colorida./ Foto: Bonde

Árvore com detalhes em branco e muito colorida./ Foto: Bonde

Mulher corretora e o fortalecimento do mercado imobiliário

Padrão

publicado originalmente no Linklar.

A dedicação aos estudos é apontada como forma de ascensão na carreira./ Foto: divulgação Confeci-
Creci

Considerada até anos atrás uma profissão masculina a corretagem de imóveis tem conquistado cada vez mais profissionais femininas. De acordo com dados do Sistema Confeci-Creci o número de mulheres atuando em várias vertentes do mercado imobiliário cresceu 144% na última década. Hoje elas representam 32,7% dos 280 mil corretores no País. A mudança no cenário profissional foi tanta que na comemoração do cinquentenário da regulamentação profissional dos corretores, o Confeci-Creci criou o projeto Mulher Corretora, a fim de homenagear e ao mesmo tempo reconhecer à importância das mulheres no fortalecimento do mercado imobiliário.

Fátima Sobral

O sucesso do projeto foi tanto que ele se repetirá em 2013. A diretora administrativa do CRECI Sergipe e conselheira federal do COFECI, responsável pelo projeto Mulher Corretora, Fátima Sobral, conta que se notou a aceitação do projeto durante o IV Encontro Brasileiro de Corretores de Imóveis (ENBRACI), ocorrido entre os dias 27 e 30 de agosto deste ano, em Brasília. “Pudemos ver essa resposta positiva durante o evento, especialmente durante o Fórum Mulher Corretora. Para agregar conteúdo e compartilhar experiências, mulheres de renome e influência nacional deram sua contribuição no evento, com palestras e debates muito construtivos. Foi muito produtivo para todas nós! A expectativa é de que a cada ano, mais mulheres corretoras de imóveis façam parte desse projeto nas atividades do COFECI, bem como em todos os Conselhos Regionais”, lembra.

Apesar do número de mulheres ter aumentado na última década, elas ainda não chegam nem a metade dos profissionais do mercado imobiliário. Para Raquel Trevisan, diretora da Taperinha Imóveis, isso ocorre, pois “todo o mercado imobiliário ainda está amadurecendo. Por muitos anos tivemos poucos investimentos, não havia quase bibliografia, congressos, cursos de aperfeiçoamento, etc. Acho natural que as mulheres não participassem, pois no mundo empresarial como um todo ainda somos minoria. Mas isso já está mudando e é um caminho sem volta”, explica a diretora.

Raquel Trevisan


Raquel é formada em administração de empresas e fez pós-graduações em marketing. Antes de atuar como diretora da imobiliária prestou serviços de consultoria para outras empresas, abriu a sua própria e ministrou aulas de graduação. Começou prestando serviços de marketing para a Taperinha, na qual o pai era um dos sócios fundadores, e assim com o passar do tempo passou a se dedicar exclusivamente a gestão da imobiliária. Mas até chegar a direção da Taperinha o caminho percorrido por ela não foi fácil. “Sendo um dos herdeiros e a única mulher com perfil pra assumir o posto, tive que conquistar cada espaço dentro da empresa perante os funcionários e os outros sócios, mostrando que eu estava ali pelo meu conhecimento e não porque ‘ganhei’ de presente”, relata.

A dedicação aos estudos é um dos pontos apontados pelas duas entrevistadas para ascensão na profissão. Fátima enfatiza que “hoje, nós, corretoras e corretores de imóveis, nos tornamos fundamentais para os negócios imobiliários de sucesso. E é inevitável: o profissional que não se destaca, que não investe em seu aprimoramento e maior domínio de conhecimentos, é automaticamente excluído do mercado pela concorrência e pela própria sociedade, cada vez mais exigente”.

Raquel completa dizendo que ainda acredita que exista “muito amadorismo no nosso mercado. Competimos com porteiros, zeladores e com aqueles que acham que vender um imóvel é algo fácil, que é só “mostrar” o imóvel. Muito pelo contrário, cada vez mais a venda é algo complexo, o cliente torna-se mais e mais exigente, sabe mais e pesquisa mais. Quem não tiver consciência disso vai ser engolido pelo mercado”.

Tanto a conselheira federal tanto a diretora da Taperinha enfatizam que a mulher tem se destacado no setor por conta de características naturais. Para Sobral o diferencial está em detalhes marcantes que “favorecem seu desenvolvimento nos negócios, tais como sensibilidade, carisma, capacidade de comunicação e de compreensão, entre outras peculiaridades. A mulher moderna é mãe, esposa e gera renda para a família”. Já para Trevisan o diferencial está porque as mulheres têm “muito mais sede de aprender, de ir além que os homens em geral. Somos multitarefas, fazemos muitas coisas ao mesmo tempo, além de ter uma percepção da linguagem não verbal que exercemos na maternidade. Tudo isso é diferencial em relação ao universo masculino, pois no mercado imobiliário estas habilidades são fundamentais. Somado a isso, a profissão de corretora possibilita às mulheres terem uma jornada flexível, aliando trabalho com a possibilidade de acompanhar o crescimento dos filhos, coisas que várias profissões ainda não possibilitam”.

Conheça algumas tendências de decoração natalina para sua casa arrasar!

Padrão

Publicado originalmente no blog Linklar

Os estilos são muitos, mas todos pedem o mínimo de detalhes./ Foto: banco de imagens

Os estilos são muitos, mas todos pedem o mínimo de detalhes./ Foto: banco de imagens

Pois é, 2012 está acabando e as festas de final de ano chegando. Agora é hora de arrumar a casa e organizar a decoração de Natal para receber os amigos e a família. Mas você sabe o que será tendência neste natal? Se ainda não conheça as principais neste post. 🙂

No estilo candies as texturas e tons pasteis são muito usados, pois remetem a doces. Neste estilo também temos o verde e suas diversas tonalidades como cor principal. Nos enfeites os objetos possuem nuances de azul, verde-água e turquesa, além de detalhes que lembram brinquedos.

Os doces fazem a alegria de crianças e adultos./ Foto: divulgação

Os doces fazem a alegria de crianças e adultos./ Foto: divulgação

O branco é a cor chefe deste natal e fica muito bem com o colorido do estilo candies./ Foto: Bonde

O branco é a cor chefe deste natal e fica muito bem com o colorido do estilo candies./ Foto: Bonde

Para aqueles que preferem uma decoração mais sofisticada, a feira Natal Show (que aconteceu em julho) apresentou a coleção da Cromus, que mostrou uma coleção que mistura o azul-marinho com o vermelho e o branco. Os tons de turquesa aparecem, assim como o marrom combinado com o rosa. Nas estampas, o patchwork permanece como um clássico, alternando na cartela de cores, que quando aplicados com metalizados, ouro ou nude dão um toque de elegância ao cenário natalino.

O dourado nos detalhes também foi apresentado pela coleção da Cromus./ Foto: divulgação

O dourado nos detalhes também foi apresentado pela coleção da Cromus./ Foto: divulgação

O branco traz a elegância à decoração natalina, neste 2012/ Foto: Design Innova

O branco traz a elegância à decoração natalina, neste 2012/ Foto: Design Innova

O clássico com nova modelagem para quem não quer errar./ Foto: My Best Wish

O clássico com nova modelagem para quem não quer errar./ Foto: My Best Wish

O requinte foi a escolha da Decorville para este ano. A coleção da empresa oferece um conceito moderno e alinhado às tendências sem deixar de lado o tradicional. O conceito usa o vermelho aliado aos tons de platino e branco nesta linha que dialoga com o universo fashion. Texturas como o veludo brocado e aplicações de pedras dão um charme diferenciado à ornamentação sem deixar de lado o conceito acolhedor da data.

As cores suaves em contraste do intenso vermelho dão uma bela combinação./ Foto: divulgação

As cores suaves em contraste do intenso vermelho dão uma bela combinação./ Foto: divulgação

O vermelho é vida, paixão e também a cor do Papai Noel. / Foto: Mixlar

O vermelho é vida, paixão e também a cor do Papai Noel. / Foto: Mixlar

Lindos não é mesmo!