O setor de franquias voltado a alimentação cresceu 16,6% em 2013

Padrão

O setor de alimentação é o que mais cresce quando o assunto é o faturamento das franquias. Nesta reportagem além de falar sobre este mercado ainda há dicas de quem quer abrir um restaurante, mas quer fugir do fast-food. Leia um trecho dela abaixo. A publicação foi em 20 de agosto de 2014.

capura tela reportagem

O setor de franquias voltado a alimentação cresceu 16,6% em 2013

O setor de alimentação foi o que mais cresceu no mercado de franchising em 2013. No ano passado o segmento atingiu o faturamento de R$ 23,9 bilhões o que representa crescimento de 16,6%, segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). O movimento positivo tem agradado os franqueadores que pretendem expandir seus negócios neste ano. Dentro deste perfil está o Camarão e Cia que pretende fechar 2014 com 70 restaurantes. A meta da empresa é abrir 15 unidades em 2015 e mais 15 em 2016, para assim atingir 100 estabelecimentos em todas as regiões brasileiras. Outro objetivo é ter uma franquia fora do País. Sylvio Drummond, diretor da rede Camarão & Cia, contou que “estamos nos preparando para internacionalizar a marca. E a Flórida será a nossa porta de entrada nos Estados Unidos”.

Atualmente a rede conta com 55 lojas em 12 estados. O Camarão e Cia começou a operar em 1999, no Recife (PE). Segundo Drummond o diferencial da marca é a qualidade do produto. “Há 30 anos nós produzimos o nosso próprio camarão, em viveiros marinhos no litoral do Piauí. Com isso conseguimos garantir qualidade, preços e uma gastronomia de alta qualidade”, salientou. Em 2013 a rede faturou cerca de R$ 87 milhões.

O investimento inicial em uma franquia da marca é entre R$ 500 a R$ 750 mil. Cada franqueado contribui com 6% do faturamento bruto mensal, como royalties e mais 2% para publicidade, e custos com o ponto comercial. “Quando fechamos a abertura de uma nova franquia, estudamos a viabilidade do negócio, orientamos o projeto arquitetônico e realizamos o treinamento do ‘sócio’ aos funcionários da cozinha. Muitas vezes, também ajudamos no diálogo com os locatários. Hoje, a marca possui mais de 1,2 mil colaboradores no país, número que deve chegar a 2 mil nos próximos quatro anos”, contou Sylvio.

Leia a matéria completa em: www.mapadasfranquias.com.br/noticia/o-setor-de-franquias-voltado-a-alimentacao-cresceu-dezesseis-em-dois-mil-e-seis

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s