Redes ligadas ao futebol investem forte em produtos pós Copa do Mundo

Padrão

Mesmo com a crise econômica que o País vive empresários são otimistas. Além disso, as redes de franquias já começam a se preparar para as Olimpíadas Rio 2016.

materia-bruna-futebol

~ publicada em 16 de abril de 2015 ~

Que o futebol é uma das maiores paixões nacionais isso não é novidade. Assim como também não é de que as redes de franchising ligadas ao esporte se prepararam para receber a Copa do Mundo de 2014. Porém os números de faturamento no período não foram bons, mas as empresas apostam que neste ano o cenário mudará, mesmo com o atual situação de crise econômica que Brasil vive.

Yan Lopes, empresário da rede de lojas Torcedor Esporte Clube, contou que as marcas como Adidas e Nike, assim como outros fornecedores investiram pesado em produtos oficiais ligados a Copa, as vendas foram boas, contudo não atingiu a meta esperada. “As vendas das lojas em junho foi a maior da história neste mês, porém ficou abaixo da expectativa que tínhamos por ser uma Copa no Brasil. O faturamento de 2014 foi aproximado ao da penúltima Copa, em 2010”, falou.

Danilo Varrillo, gerente de expansão da rede Meltex Franchising, explicou que para as redes ligadas aos clubes de futebol a Copa do Mundo de 2014 não foi boa, já que houve o congelamento das vendas, em virtude da competição. Os clubes entraram em férias e as competições nacionais pararam. O foco se voltou para as seleções, tal como as vendas dos produtos desportivos. Além disso, a queda da comercialização dos produtos aconteceu em virtude da economia do País que não foi bem. “Lógico que houve muitos fatores que afetaram as vendas no ano passado, já que 2014 foi um ano de eleições e essa indefinição acabou não dando certezas ao mercado”, ressaltou.

Porém os entrevistados salientaram que após o período do evento futebolístico mundial o faturamento das lojas voltou ao normal, de forma gradual. Lopes falou que “houve uma queda grande nos dois meses seguintes a Copa, depois as vendas voltaram a ficar estáveis”.

Varrillo explicou que apesar do momento de crise que o País vive, 2015 será um bom ano, pois será estável. O gerente frisou que “com a economia enfraquecida muitos gestores, assim como outros profissionais saem de suas empresas por vontade própria ou demitidos. Logo, em meio a crise as pessoas passam a investir em negócios próprios e isso favorece o mercado, principalmente o de franquias. E isso é bom!”

O gerente também contou que os clubes passaram a trabalhar mais forte, em virtude das competições nacionais que aquecem o mercado, a partir de abril. Ele lembrou que nos três primeiros meses do ano é comum o faturamento cair, por causa das férias, das festas de final de ano, carnaval e os pagamentos anuais de impostos como IPTU e IPVA. “Acredito que as vendas neste ano será melhor que em 2014 e as marcas estão fazendo investimentos em itens ligados aos times”, disse.

Faltando apenas um ano para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, Yan relatou que a Torcedor EC já se prepara para os Jogos. “Estamos investindo em produtos de esportes, como basquete, vôlei e outros, que terão um aumento de demanda e procura”, comentou.

Já Danilo explicou que como o período de Olimpíadas é muito regionalizado a Meltex não acredita que o evento trará pontos negativos para as lojas dos clubes. Sobre o lançamento de novos produtos ele contou que “cada clube terá o seu planejamento de lançamento de artigos, já que cada um tem sua peculiaridade. Tem os que tem basquete, outros tem natação e etc”.

A reportagem completa pode ser conferida clicando aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s